segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Brasil


Acontece!

Interessante esse GP Brasil.

Merece um olhar mais atento.

Reparou nas condições?

Reparou nas performances?

Esqueça por um segundo os três primeiros.

Logo voltaremos até eles.

Jenson Button, Sebastian Vettel, Fernando Alonso, Kimi Raikkonen e
Nico Hulkenberg.

Os pneus deteriorados me lembraram a temporada passada.

Saber negociar neste cenário é essencial.

Notou como Button, Vettel e Raikkonen subiram de produção na nossa terra?

Não é a água.

É o tipo de condução.

Mais leve.

Olha o Hulk beliscando pontos.

Fernando Alonso com sua capacidade de adaptação consegue se reinventar nos
mais diferentes cenários.

Assim a equação do asfalto de Interlagos, faminto por borracha, foi resolvida pelo
piloto espanhol.

Apesar das dificuldades e punições, Felipe Massa chegou ao pódio.

Festa e tal.

Piquet e tal.

(que levou um "fucking bastard" de Nico pela falta de respeito)

Mas ainda estou com a mesma impressão do início da temporada.

Explico.

O bólido da Williams (empurrado pelo foguete da Mercedes) é excelente.

Porém ainda tenho a pergunta na cabeça.

Qual é o seu limite?

O final de semana de Massa em Interlagos, uma pista que o brasileiro conhece
de trás pra frente, aumentou a minha dúvida.

Acho que um melhor condutor no FW36 estaria em terceiro lugar no mundial de
pilotos a frente de Daniel Ricciardo.

Por fim a outra categoria.

Aquela em que os carros da Mercedes participam.

Para Rosberg era tudo ou nada.

Lewis foi cuidadoso e por vezes vimos o inglês cometendo erros.

O time (Lauda e Wolff) se eximiu de culpa e afirmou que as falhas foram do
inglês.

A corrida foi difícil.

Nico e Hamilton não fizeram feio.

No entanto a final vai para Abu Dhabi mais aberta do que deveria.

O histórico diz que Hamilton sofre com as decisões.

Lewis precisa chegar em segundo e vencer seus fantasmas do passado
para alcançar seu segundo título.

Segundo?

Sim.

Hamilton sabe com quem está lidando.

E não vai se arriscar.

Ele sabe quem é seu companheiro desde Spa-Francorchamps.

15 comentários:

Jefferson disse...

Concordo em gênero e número apenas Corradi.
Verdade que era obrigação da Williams estar bem mais a frente nas duas competições. Mas sucessivos erros da equipe e do Massinha a impediram. BaBottas foi muito bem na maioria das provas, mas acho que qualquer um dos pilotos das outras equipes grandes fariam melhor.

Estranho, primeiro Lewis se desculpou pelo erro, depois a equipe se desculpou por mandá-lo fazer voltas muito rápidas com pneus muito desgastados.

O inglês jogou seu 'histórico' fora durante todo o ano e isso preocupa Nico, que já não depende apenas de suas forças.

Claro que Lewis sabe com quem está lidando, "Dick Vigarista Jr.".

Ah..., e capriche na foto do Hamilton também ao final da próxima corrida, de preferência incluindo ele na turma do 2º raio!

Abraço!

Anônimo disse...

O Horner disse, segundo Ted da skysports, que o motivo de Vettel ter largado na frente foi a maior potência do motor.
Vettel fez uma primeira volta ridícula, não?
A redbull tem o melhor chassi, melhor que o da Williams. Na f1 ainda é melhor ter um bom chassi que um motor melhor, basta ver a Ferrari.

TheEltonToptec disse...

Para mim o Bottas está fazendo um trabalho irretocável, ele ainda é verde e não decepcionou em nada, assim como tbm Ricciardo.

Quem é que em sã consciência (campeões) teria topado um contrato com a Williams living dead do fim de 2013, mesmo com os prognósticos favoráveis? Até podia estar melhor de fato mas eles estão bem melhores do que eles próprios poderiam imaginar, nem o mais otimista sonhador poderia prever o sucesso do FW36. Que bom né?

nicholas carvalho disse...

Humberto Corradi otimo texto,Explique melhor esse episodio envolvendo o rosberg e o piquet , interessante os bastidores no qual nos meros mortais não temos acesso.

Humberto Corradi disse...

Nicholas Carvalho

Aqui:

https://vine.co/v/OiW5FKhYvY6

Valeu



João disse...

Parece-me mais 'fucking prick' que 'bastard'.

Mas vai dar no mesmo.

André disse...

Falar "Piquet", aqui, é pecado? Assim parece.

Társio disse...

Eu ainda acho que o Nelsão fez de proposito. Deixou Nico e Lewis putinhos de proposito... rsrsrsrs

Rubens disse...

Nico já está cortejando o Zacarias, se este chegar em segundo em Abu Dabi teremos a confirmação que a Williams é uma equipe satélite de fato.

João disse...

Eu acho que o Nelson mostrou ao Nico como deixar o Lewis desconcentrado. Agora cabe ao alemão aprender :D

Alfredo Aguiar disse...

Interessante a mentalidade tupiniquim.

Gostaria de ver a reação se um outro piloto velho e aposentado entrevistasse o massa no pódio dizendo que ele era um cara de sorte, que a Raffaela era uma gostosa e se ele sabia onde ele anda enquanto ele estava correndo. Fosse o Lewis um cara desagradável como piquet, teria dito: Opa, acabo de descobrir que um piquet piloto gosta de mulher. o seu filho nelsinho, onde anda?
O que vimos no podio com o piquet foi um festival de grosserias e imbecilidade. Mas, o mais interessante é que tem a tchurma dos que acham engraçadinho um comportamento troglodita daqueles numa festa de pódio. Foi tão animalesco que o sujeito esqueceu que deveria ter entrevistado o Niko novamente no final e voltou ao Hamilton. Mas imagino que a saraivada de vaias que tomou quando anunciaram seu nome, deve ter deixado o velhote desnorteado!!!

Marques disse...

Acho essa "irreverência" do `Piquet tão caricata quanto a fé de Senna. Ademais, patética entrevista, Nelsão deveria ter ficado em casa.

E concordo Corradi, acho que Hamilton ficará tranquilão na segunda posição e não forçará muito. Rosberg trapaceou mais de uma vez esse ano.

Marques disse...

E isso?
http://grandepremio.uol.com.br/f1/noticias/wolff-isenta-hamilton-por-rodada-e-admite-erro-da-mercedes-ao-deixar-piloto-na-pista-mais-uma-volta

Daniel Chagas disse...

O problema da Williams são dois:
O primeiro é realmente não ter um piloto capaz de extrair 100% da velocidade do carro. E o segundo é ser apenas uma equipe cliente da Mercedos.
Se quer voltar a vencer e ganhar títulos a Williams tem que modificar esses dois ítens.

Jefferson disse...

Marques a outra trapaça de Rosberguinho a que se refere foi a mudança do mapeamento do motor contradizendo a equipe para atacar Lewis (Não lembro se na Malásia ou Bahrein)?