terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Rascunho Leve




























Um, dois, três.

Testando.

Até agora (terceiro dia de experimentações) a Mercedes foi quem mais
andou.

Olhando a distância, foram quase seis GPs inteiros.

A McLaren não completou nenhum.

Tudo é novo para os japoneses.

Objetivo é alcançar durabilidade e velocidade, claro.

Nessa ordem.

Mas o galero de Woking só não está pior que a Force India.

Os ventos falam duas coisas desta última.

Primeiro as dívidas (com fornecedores).

Segundo num possível interesse de um grupo americano em investir na
equipe de Vijay Mallya.

Vai saber.

Impressiona o desempenho de Toro Rosso e Sauber.

Não será nesta temporada que a Petrobras irá fornecer a gasolina para a
Williams.

Já a Ferrari respira novos ares (mesmo).

O ânimo é outro.

Sebastian Vettel, e sua contagiante preocupação com todos os detalhes,
impressionou a todos na Scuderia Italiana.

Da sapatilha especial (mais leve do grid) ao seu caderno de anotações.

Focado, já está dentro do simulador de Maranello.

Ofuscado, Raikkonen já diz não se importar se seu contrato será renovado
ou não.

É...


11 comentários:

Jobson Mendes disse...

Corradi,

Pois é,

E o Raikkonen não se importa mesmo!

Abs.

Tiago Begnossi disse...

E o Alonso, o que tem de talento tem de burrice! Se bem que grande parte do fracasso da Ferarri se deve a ele. Acho que vem bons dias para Maranello com Vettel.

David Felix Krapp disse...

Raikkonen é um daqueles desperdícios de talento que voce e olha e não consegue acreditar... como um cara tão bom que tem capacidade pra alcançar muito mais, pode se contentar em fazer figuração... mas enfim... shut up, I know what Im doing... rsrsrsrsrs

Eric Musashi disse...

Raikkonen é um bom libriano, kkk. Nunca se esforça o bastante e relaxa e desanima com facilidade. Falo com conhecimento de causa.

Ron Groo disse...

A sauber não me impressionou não.
O problema deles nunca foi confiabilidade, e a penúria que os caras tão de grana, só fazendo um bonito agora que não vale nada (mesmo que isto seja a custa de carro mais leve, ou outro tipo de mutreta qualquer) para atrair gente pra carroceria do carro.

Silvestre Zanon disse...

E de onde vem a grana do Marcus Ericsson? Com o tanto de apoio q ele leva não aparece nenhuma logomarca?

Humberto Corradi disse...

Tiago Begnossi


Digo que o espanhol ficou sem opções.

Posto pra fora da Ferrari e sem espaço na Mercedes e Red Bull.

Sobrou a McLaren.

Valeu

Humberto Corradi disse...

Silvestre Zanon

http://f1corradi.blogspot.com.br/2014/11/movimento-da-sauber.html´

Valeu

Tiago Begnossi disse...

Corradi,
Foi mesmo o que eu entendi durante o ano, com suas informações. Quis fazer referencia que ele não tem a chamada sorte de campeão!

P.S: estava com saudade dos rascunhos!

Vlw

Felipe disse...

Alonso ficou sem opções porque queria renovar por apenas mais um ano e a Ferrari queria 3.

A Ferrari não quis servir de escada pra ele tentar ir pra Mercedes.

Mas ele já queria sair da equipe de qualquer modo.

Anônimo disse...

Alonso já tinha procurado a RedBull anos antes, Corradi, você cada hora fala uma coisa, em nenhum outro lugar eu li a informação que Alonso foi demitido. Ele não tinha contrato até 2016, juntamente com o Santander? Não foi um acordo entre as partes? Alonso está cobrando multa por rescisão? Vettel também não tinha contrato? Então ele levou do Ricciardo pra poder sair para a Ferrari? Isso é muito baixo! E ele continuou levando do Ricciardo mesmo depois de Cingapura?
Nunca entendi direito o que aconteceu...
Abraxx!

Ricardo