quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Rascunho de Pouca Coisa
























Na imagem acima aparece Max Verstappen.

Que finalmente (agora com 18 anos) poderá realizar seu sonho de dirigir um carro
de rua no Brasil.

Rascunho demorado (para aparecer).

Falta de assunto.

Ou melhor, de assuntos interessantes.

A McLaren fechou patrocínio com a Chandon (marca de champagne).

Pois tem muito a comemorar em 2015, não?

Isso não importa.

O que interessa?

A turma de Woking busca mesmo uma grana que faça diferença.

Para isso trabalha em duas frentes.

Em ambas sobre empresas do Oriente envolvidas com tecnologia de ponta.

Uma marca japonesa (num formato normal) para colocar seu nome na
carenagem do carro.

E outra chinesa, que além de estampar seu nome no bólido, entraria também
como acionista.

Mais de lá.

Parece que Fernando Alonso deixou claro para a McLaren seu desejo de participar
das 24 horas de Le Mans no próximo ano.

Incrível como a Lotus está abandonada esperando a conclusão do negócio
com a Renault.

Para conseguir trabalhar a escuderia negra fica pedindo emprestado tudo
quanto é tipo de equipamento para as outras equipes.

Uma vergonha.

Falando nisso, percebeu que a Renault / Lotus não anunciou o companheiro de
Pastor Maldonado para 2016?

É que a saída de Romain Grosjean para Haas (uma prova do comprometimento
do piloto com o projeto Ferrari) pegou todo mundo de surpresa mesmo.

A Lotus não vai se mexer.

Deixará para a Renault decidir quem ocupará o cockpit vazio.

Pierre Gasly assumiu o posto de piloto reserva da Red Bull.

O menino na GP2 faz parte da DAMS, mesma escuderia de Alex Lynn que
tem sua carreira ligada a Williams.

Aproveitando, vamos de Manor.

A equipe, que contará com a unidade de força da Mercedes na próxima
temporada, pode reservar surpresas na escolha de seus pilotos.

Pascal Wehrlein é o queridinho da turma da estrela de prata para um lugar.

Seu talento é cantado em prosa e verso por Toto Wolff.

Piloto reserva da Mercedes, conhece muito o carro da time da fábrica, pois
trabalha como ninguém no simulador dos alemães.

Seria a primeira opção caso a Manor peça desconto nos motores.

A segunda opção é Rio Haryanto.

Aqui o dinheiro deverá correr solto.

Com apoio da Pertamina (Estatal petrolífera da Indonésia), o piloto já foi
informado de quanto deverá desembolsar para cavar uma vaga na F1 em
2016.

E assim que soube foi até o Presidente da Indonésia contar a novidade.

O Chefe de Estado ordenou que seus ministros busquem apoio também na
iniciativa privada do país (além da Pertamina) para apoiar a aventura de sua
estrela da velocidade.

A terceira opção é o malaio Jazeman Jaafar.

Este patrocinado pela Petronas.

Aquela que fornece o combustível que move os bólidos de Lewis Hamilton e
Nico Rosberg.

Jaafar é outro que conta com a mão do governo na busca por apoiadores ricos.

Uma coisa menos empolgada, se comparamos com a situação de Haryanto.

A quarta opção é o americano Alexander Rossi.

O mais sombrio de todos.

Digo isso porque está difícil decifrar sua situação.

Rossi ganhou a chance de pilotar a Manor no lugar de Roberto Merhi em quase
todas as provas restantes de 2015.

Cabe perguntar quais são suas conexões e patrocinadores que o fizeram chegar
nesta posição.

Tudo muito obscuro e misterioso!

A Manor com a ajuda da Mercedes deverá se tornar um time interessante.

Poderão ser bons lugares (saindo do fundo para o meio do grid).

Difícil prever quem vai ganhar essa corrida.

Vamos aguardar.






















9 comentários:

Daniel Chagas disse...

Eu acho essa história de Grosjean na Ferrari surpreendente. Na minha opinião há opções mais interessantes para ocupar o segundo carro. Grosjean é um bom piloto mas nada além disso, até aqui não demonstrou nada demais, até Bottas mostrou mais consistência que ele. Pela justiça seria a hora de Hulkenberg,mais talentoso. Enfim, vai entender...

Anônimo disse...

Boa tarde Corradi,

Saudades dos Rascunhos (e do Tá Doido). Apenas um ponto, o Rossi está do lugar do Merhi e não do Stevens, como foi dito.

Vicente Camara

Humberto Corradi disse...

Vicente Camara

Corrigido!

Valeu

Marcos José disse...

Acredito que os lugares na Manor Mercedes sejam de Pascal Werhlein e Esteban Ocon (com o Rio Haryanto aparecendo como piloto-reserva e talvez o Alexander Rossi apareça como piloto-reserva na Haas). Já a situação de quem ficará com a vaga restante na Renault (ex-Lotus) só o Carlos Ghosn pra dizer...e não estranhe se a Toro Rosso aparecer com um certo fabricante de "motor de GP2" para o ano que vem. Só vejo um caminho para a Red Bull não depender de um "motor de 2015 da Ferrari" : comprar o projeto do motor turbo da Cosworth (já pronto e só faltando um pouco de desenvolvimento e...tendo como seu "preparador" Mario Illien) e o batizar de "Red Bull Turbo"!!

Eduardo Casola Filho disse...

Daniel Chagas, acredito que escolha da Ferrari leva em conta a necessidade de ter um segundo piloto mesmo. Alguém que trabalhe para a equipe e seja o parceiro perfeito para Vettel, em todos os sentidos.

Hulk e Bottas são tecnicamente melhores, mas talvez não topariam o perfil de carregador de piano.

Daniel Chagas disse...

Eduardo Casola, tendo a concordar com você.
Mudando de assunto e equipe, se eu fosse um manda-chuva da Renault não teria dúvidas,eu tiraria Daniel Ricciardo da Red Bull e iria mais além,se o contrato e orçamento permitissem eu faria algum jeito de me livrar da PDVSA ( consequentemente do medíocre Maldonado) e contrataria Hulkenberg. Uma dupla formada por Daniel Ricciardo/Nico Hulkenberg no mínimo seria competente e a Renault teria uma ótima dupla.

David Félix Krapp disse...

Bom dia Corradi !!!

Já postei aqui algumas vezes ue não sou grande fã de Grosjean, honestamente ele tirou a sorte grande, se apostasse na Sena ganhava sozinho (rsrsrs) por que essa vaga caiu no colo dele... tudo começou com o acidente do Bianchi, eu tenho certeza que se nada tivesse acontecido com ele o Raikkonen se aposentava ao final de 2015... com a Williams metendo a faca na Ferrari pra liberar o Bottas e por algum mistério da vida não cogitarem o Hulk... e pronto, a vaga cai no colo do Grosjean... muita, mas muita sorte esse cara deu...

Já a escolha dos pilotos da Manor os Pascal Wehrlein é nome certo em minha opinião, e uma tendencia importante, é o segundo piloto que a Mercedes pega da DTM pra colocar em uma equipe satélite... pra quem não se lembra, Paul Di Resta na Force India também estreou depois de levar a taça da DTM...

E pro segundo cockpit sem dúvida vai ser alguém que pague a conta, Haryanto, Jaafar, Chilton, Stevens, Van der Garde, Razia (brincadeira!!!)... qualquer um que aparecer com um bom saco de obamas(US$) ou merkels(EUR) leva a vaga... Rossi pra mim é parte do acordo da Ferrari desse ano dando um help pra Haas no ano que vem, acho que ele vem como piloto reserva da Haas na próxima temporada para estrear em 2017...

E falando em piloto pagante, Maldanado confirmado pela Renault só pra pagar a festa, matutando sobre isso me pego pensando, será que o custo benefício vale a pena ? Aliás, vendo o grid que hoje se apresenta lembrei do comentário do Alonso... olha os caras que estão na F1 hoje em dia... sei que sempre houveram pilotos pagantes, mas não assim, não tanta gente incompetente... e seguindo esse pensamento, se eu sou do projeto Renault F1 eu dou uma bota no Pastor e vou roubar o Pérez e sua grana, ele é um pouco mais estável e contrataria um piloto de verdade para liderar a equipe, Ricciardo ou Hulkenberg, acho que daria mais certo...

E sobre a Red Bull, vai de Honda ué... é o jeito... ou então como disse o Marcos José... Cosworth turbo neles... ficar mendigando assim não vale a pena... melhor andar atrás uns anos (como já fizeram antes) e depois retomar a hegemonia aos poucos...

Marcos José disse...

Será que a Renault está mesmo esperando a Red Bull "sair" da F1 para contratar...Daniel Ricciardo!? Toto Wolff disse que a Mercedes está preparada para colocar um terceiro carro (e este seria para Pascal Werhlein!? e com isto chegariam Esteban Ocon e Rio Haryanto para a Manor Mercedes!?) pra 2016 no caso da Red Bull vier mesmo "abandonar" a F1 ao final deste ano!! Manor confirmando Mercedes pra 2016 (e contando com a ajuda técnica da Williams para câmbio e suspensões), Lotus com o "pires na mão" e esperando a compra pela Renault, o "desespero" da dupla Red Bull-Toro Rosso por um "motor de F1 melhor" pra 2016 e...Jenson Button renovou por mais 1 ano o seu vínculo com a McLaren...

Fidel Miño disse...

Que beleza as ruas de Macao, estava esperando o WTCC chegar ali, mais saiu este ano do calendario.