segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Rascunho Texas


























Três imagens de Lewis Hamilton.

Terceiro título.

Absoluto em 2015.

Conjunto perfeito.

Piloto, máquina e equipe.

O projeto iniciado por Ross Brawn, e que convenceu Michael Schumacher a
deixar sua aposentadoria, rende frutos maravilhosos.

Mais uma vez o campeão foi conhecido nos Estados Unidos.

A última vez foi em 1982, com Keke Rosberg.

Ironia do destino?

É difícil analisar Nico Rosberg.

Existe o talento.

As poles sobre seu companheiro evidenciam isso.

Ainda mais em situações críticas como no sábado em Austin.

Porém Nico precisa de um time pra chamar de seu.

Para poder dividir curvas sem culpa ou medo.

A Mercedes tem dono.

Niki Lauda deixa isso bem claro ao afirmar que "Lewis alcançará mais títulos."

(e mais ainda quando a transmissão flagra ele rindo com Toto Wolff ao testemunhar
o erro de Rosberg)

A corrida foi maravilhosa.

Com a pista ainda úmida, os projetos dos carros ficaram na vitrine.

A Red Bull mostrou que Adrian Newey só precisa de um empurrãozinho.

Ou de um motor decente.

A turma de Milton Keynes não exagerou nas críticas à unidade de força da Renault.

Realmente é um lixo.

A Toro Rosso trouxe à luz o talento de James Key.

As linhas desenhadas pelo britânico permitiram que Max Verstappen e Carlos Sainz
pudessem exibir seus talentos e todas as suas ousadias.

Por outro lado, o design da Williams (não apenas no Texas) tem deixado a desejar.

Nico Hulkenberg anda perdido nos últimos tempos.

Muitos acidentes.

Começam a silenciar aqueles que clamavam por uma chance maior para o vencedor
das 24 horas de Le Mans.

Austin se mostrou bondosa com os sobreviventes.

Os que costumam se preservar puderam se dar bem.

Jenson Button estava lá.

Atrás dele, na chegada, os cegos, os mancos e os aleijados.

Tanto que até Alexander Rossi sonhou com os pontos!

Impagável ver Raikkonen na terra brigando com a placa para se libertar.

Vettel?

Fez o que se espera dele.

Nada mais.

O que falta?

Apenas que James Allison consiga estabelecer o equilíbrio entre as máquinas
nas entranhas de Maranello.

Então Sebastian poderá parar a escalada de Hamilton.

E assim assistiríamos uma disputa espetacular em 2016.

Quem sabe, o campeonato da década!

















13 comentários:

Rubens disse...

Larga de ter birra do Raikkonen Corradi! Tá feio pra vc já.

Depois daquela sua análise precipitada do que disse o Button, deveria tomar cuidado com o que diz pra não passar mais vergonha.

Társio disse...

Alguém dê uma Mercedes ao Verstappinho!! Rookie de 18 anos mal conseguiu treinar e foi para o Q3 debaixo daquela chuva fabulosa. Teve uma corrida limpa sem incidentes, passou Vettel, passou as Red Bulls e chegou em P4. Sei que é cedo, mas é um monstro em formação! Só precisa do carro certo na hora certa!

Abç
Tarsio

Hugo N. disse...

Button acho que deu uma bela resposta ao corradi

Mesmo com o carro inferior tava sempre ali na cola do Alonso...

E em anos (desde o Hamilton) o Alonso n tem uma disputa com companheiro tao equilibrada...

Ron Groo disse...

Foi bonita a emoção dele no pódio, mas não me engana.
No primeiro carro ruim da Mercedes volta a ser o de sempre.

S.A.C disse...

Corradi, bela postagem. Qual a corrida dessa bela imagem de Lewis e Sebastian ?

Humberto Corradi disse...

S.A.C

Espanha nesta temporada.

Valeu

Jefferson disse...

Veja bem Corradi, tudo bem voce torcer, mesmo escancaradamente, mas de méritos a quem os tem.
Faca um texto para o atual campeão com os olhos fechados e imagine que seja para o Vettel.
Diga algo como "terceiro raio", um campeão que veio de família nao milionária...
O cara e muito talentoso.
Antipático por vezes eu concordo, mas o seu Vettel também foi ano passado, e seu Rosberg nesse ano.
Sera um grande combate sem duvida no ano que vem.
Sobre o Kimi, ta me lembrando os tempos em que eu torcia pra ele (leia-se Mclaren) contra o Dick vigarista, eu o chamava de "homem-do-pe-de-gelo"!
Mas você nao conseguiu enxergar a habilidade (talvez do rallye) que ele demonstrou para se desvencilhar da placa, pra mim foi muito legal.
Com o carro melhor no ano que vem eu apostaria na Ferrari (contra minha vontade) para construtores. A dupla vermelha guia muito mais proxima do que voce acha.
Em tempo, concordo com sir Jack, ainda falta muito pra Hamilton ser um dos grandes, mas falta mais ainda a Vettel, ele ate o momento foi piloto de um carro so, e sempre muito acima dos demais.
Nenhum dos citados serviria para lustrar o capacete de Clark, Moss, Brabham, Hill, Fangio, Proust, Lauda, Piquet...

Andre Magalhaes disse...

Companheiros de F1, vou fugir um pouco do que foi discutido até o momento, cada um tem seus preferidos perfeitos e imperfeitos, né ??

Queria falar sobre como a corrida foi boa..... será que para termos essa emoção teremos que chamar a Patricia toda semana de GP ?

Marques disse...

A Red Bull estava com set up para chuva, por isso o brilhareco. Depois que secou sumiram, até Button passou uma Red Bull na pista.
O "lixo" da Renault terminou em quarto com Max Verstappen.
Primeira vez que Rosberg fez algo decente na chuva, nas outras tomava pau de carros mais lentos, só lembrar ano passado. E depois entregou a paçoca.
10 vitórias, 11 poles, não tem muito o que discutir, 3 corridas pra disputar ainda. Se fosse o Vettel, leríamos sobre os méritos de dominar seu companheiro de equipe...

Anônimo disse...

Na 3ª foto: Sutil, Vettel, ???, Hamilton, Di Grassi, Átila Abreu e Di Resta. Quem seria o 3 piloto da esquerda para direita?

Fabio disse...

Corradi, pergunto ao SAC quem é o gordinho entre Vettel e Hamilton ?

Enio Peixoto disse...

A passividade do Nico Rosberg é consequência da "ferrada" que levou da Mercedes depois do GP da Bélgica no ano passado. Até ali, ele brigava e ainda conseguia equilibrar a disputa com Hamilton, apesar deste ser mais rápido. Depois dos "conselhos" que recebeu dos chefes, para não colocar em risco as vitórias da mercedes, virou um banana. Agora, Hamilton faz o que quer, pois sabe que o companheiro vai sempre recolher e nunca arriscar um choque entre os dois.

Eric Musashi disse...

Discordo. Rosberg já foi um banana no Bahrein em 2014.