segunda-feira, 11 de julho de 2016

Clipping

























Hamilton nos braços do povo!

A renovação de Kimi Raikkonen deixou muitos admiradores do automobilismo
indignados.

Não é pra tanto!

O piloto finlandês se encontra na terceira posição do campeonato.

O que não é pouco, principalmente quando olhamos a fragilidade da máquina da
Scuderia Italiana.

Vale notar que Sergio Marchionne tem muita consideração por Kimi.

E no momento ele não enxerga que algum outro piloto disponível no grid poderia
fazer um trabalho melhor.

Disponível.

Vijay Mallya deu as caras em Silverstone.

O dono da Force India confirmou que Sergio Perez e Nico Hulkenberg estarão
defendendo seu time também em 2017.

Interessante que o empresário indiano está sendo investigado por transações de
duas décadas atrás dentro da Fórmula 1.

Período em que seu dinheiro patrocinava a Benetton de Flavio Briatore.

Se eu tivesse uma marca mundial, patrocinaria o safety-car.

A lista de quem vai pilotar nos dois dias de testes de Silverstone.

Mercedes: Esteban Ocon e Pascal Wehrlein

Ferrari: Charles Leclerc e Kimi Raikkonen

Red Bull: Pierre Gasly

Williams: Valtteri Bottas e Alex Lynn

Renault: Sergey Sirotkin e Jolyon Palmer

Toro Rosso: Carlos Sainz Jr. e Sergio Sette Câmara

McLaren: Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne

Force India: Nikita Mazepin

Manor: Rio Haryanto e Jordan King

Haas: Santino Ferrucci

Mesmo depois de ser vaiado no pódio, Nico Rosberg participou da festa com
os fãs após a corrida da Inglaterra.

Pastor Maldonado parece bem próximo da Indy.

Lembrando que o venezuelano atualmente trabalha para a Pirelli no desenvolvimento
dos novos compostos para 2017.

Foi Lewis Hamilton quem obrigou Niki Lauda a desmentir o que havia dito.

O fenômeno Max Verstappen triplicou a audiência da TV holandesa na Fórmula 1
em um ano.

O novo contrato de Nico Rosberg com a Mercedes pode deixar o piloto ligado
ao seu atual time até 2020.

Explico.

Haveria um extensão até o final de 2018, com opções a serem confirmadas pela
Mercedes para 2019/20.

Assim Toto Wolff teria a garantia de um piloto top de linha, caso haja dificuldade
na escolha de um substituto mais jovem.

(veja o caso atual da Ferrari / Raikkonen)

Ao mesmo tempo daria também uma oportunidade (brecha) para Nico sair se
surgir uma outra porta interessante (pós-2018).

A IBM renovou seu acordo com a Red Bull até 2020.

As negociações entre Felipe Massa e a Williams parecem paradas.

O motivo deve ser Jenson Button.

O inglês pretende ficar na categoria máxima do automobilismo por mais dois (!) anos.

Existe a porta no time de Frank.

Mas Ron Dennis continua odiando a ideia de ver seu piloto defendendo outra escuderia
inglesa.

Por outro lado, tudo indica que Bottas irá renovar.

Quem sorriu para a Sauber neste final de semana foi Felipe Nasr.

O mercado não deve estar bonito.

Por fim.

Lembrei do halo.


















17 comentários:

Társio disse...

Nussa, que foto!!!

André Freitas disse...

Corradi, como está a situação do Nasr com o BB?

Marcos José disse...

Acho que a Ferrari manteve Raikkonen, porque deve haver uma clausula em seu contrato que em caso de dispensa pela equipe a multa é bem mais alta (e a equipe não quer cometer o mesmo erro pagando altas quantias de dinheiro ao mesmo piloto de novo, Marchionne não "joga" dinheiro fora mais por causa disto) do que em 2009. Talvez Marchionne esteja mesmo de olho no mercado pra depois de 2018 (talvez Romain Grosjean fosse mesmo o escolhido mas a Ferrari preferiu "esperar" um pouco mais para não prejudicar a Haas neste momento, daí a renovação do Kimi por mais 1 ano) e por saber que alguns pilotos já estão pra renovarem os seus contratos com as suas equipes atuais; Perez vendo que não há tanto "interesse" assim da Ferrari por ele, preferiu mesmo renovar com a Force India e o Bottas provavelmente já tenha até mesmo um contrato assinado com a Mercedes pra 2019 (permaneceria por mais 2 anos na Williams "esperando" talvez substituir Rosberg na Mercedes depois "de surgir uma outra porta interessante pós-2018" para o piloto alemão).

"Mas Ron Dennis continua odiando a ideia de ver seu piloto defendendo outra escuderia inglesa" - Corradi.

Ué...mas não é o mesmo Ron Dennis que está "brigando" na McLaren para dispensarem Button ao final de 2016 e promoverem Vandoorne pra 2017??
E pra terminar...3 questões...o safety-car já tem um patrocinador (é a Allianz) então é só uma questão de "aumentar" a exposição da marca nele...o circuito de Assen já demonstrou interesse num retorno do GP da Holanda por causa do Max Verstappen e agora com a chegada da Heineken pra 2017, como patrocinador-master da F1, tudo pode acontecer...e finalmente...parece que Bernie Ecclestone está mesmo querendo criar uma espécie de "GP1" para depois do final do atual contrato dos construtores que se encerram em 2020, já que uma empresa de promoção esportiva ligada ao automobilismo foi criada alguns dias atrás na Inglaterra...

Jeferson Araújo Pereira disse...

Corradi: "Vale notar que Sergio Marchionne tem muita consideração por Kimi".

Marchionne só não tem consideração pela Ferrari e seus milhões de fãs espalhados pelo mundo.A amizade com Kimi é mais importante.É ridículo.Sendo mais claro:o que falta no Kimi- há muito tempo - é tesão.Ele virou um burocrata.Com Pérez ou Grosjean, a pontuação da Ferrari seria bem maior.

Sobre as mensagens via rádio,sejamos sinceros:aqui não há meio termo.Ou se libera tudo, literalmente, tudo, qualquer mensagem técnica, ou é melhor eliminar o rádio totalmente e usar apenas placas, inclusive para troca de pneus!!!Tudo é tão patético que parece que os homens da FIA foram criados por crianças que foram criadas por outras crianças...

Thiago Jaudy disse...

Nem uma palavra do desempenho Pifio do vettel?

deixe de ser passional Sr Corrado

Danilo Silva disse...

O melhor alemão na prova foi o Bernd Mayländer que "liderou" por cinco voltas... Wehrlein foi o primeiro a abandonar (Haryanto durou bem mais na pista de patinação). Vettel perdeu pro Raikkonen. Rosberg, o "inteligentão", o cerebral, aquele que deu um jeito no GP do Baku dessa vez sifu...

a alemãozada está sofrendo...

Rafael disse...

Vettel fez uma corrida medíocre! Já Rosberg, que deve estar com o psicológico a mil, a essa altura, já deve ter percebido que terá que se contentar com o vice de novo.

Fabrizio Salina disse...

Ora, ora, Raikkonen dormindo ainda é melhor que muito piloto tido como promessa. As pessoas esquecem que guiar carro de equipe média e pequena envolve muito menos pressão psicológica do que pilotar para time de ponta. O próprio Perez é o exemplo mais recente deste fato. Derreteu na McLaren.
Penso que a análise da Ferrari sobre as opções disponíveis não foi equivocada, além do fato de lidarem com Kimi, sentirem sua motivação etc. Grosjean não é um gênio, Bottas não consegue impor uma grande diferença de performance a um Massa em final de carreira.Talvez, Sainz Jr. É bom piloto, porém não é Max Verstappen... e nada que mais uma temporada na Toro não possa melhorar.
E não podemos esquecer que esse carro da Ferrari tem apagado até as exibições de Vettel!
Por fim, acho mesmo é que nesse mato tem coisa grande para 2018.

Jefferson disse...

Vamos falar do "Vettel zero" ou do "cerebral filho de keke", ou ainda dos favorecimentos ao Hamilton.
Claro que sabemos que o campeonato esta aberto, e qualquer um pode ser campeão, inclusive kimi, que com mais três ou quatro "shumacadas" de nico que tirem os prateados do caminho pode assumir a ponta. Ja vimos esse filme!
Mas como seria injusto o alemão vencer, como aconteceu com o próprio kimi.
Ele fez muito mais por merecer em 2003.

Leandro Angelo disse...

Engraçado, mas se tem algo obscuro, ilegal ou amoral de um jeio ou de outro o Briatore está do meio) seja de forma direta ou indireta.

Társio disse...

Sempre fui admirador do Kimi nos tempos de McLaren / Ferrari / Lotus, mas em seu retorno a Ferrari ele sempre foi (mais) apático, e por isso torcia para que se aposentasse este ano.

Porém é importante lembrar que um pré-requisito para o substituto do Felipe Massa na Ferrari era a regularidade. E neste quesito o Kimi tem se saído muito melhor que o Vettel neste ano, além de também ser mais popular perante os fãs que o alemão...

Por enquanto, parece que Fernando Alonso estava certo quando foi questionado em 2015 se havia se arrependido em sair da Ferrari, pois agora eles tinham um carro vencedor. A Ferrari tem um carro vencedor desde 2010, mas não um carro campeão.

A imprensa inglesa diz que a Ferrari renovou com Kimi por um ano esperando por Hamilton, que em 2017 irá negociar a sua renovação de contrato...

Abç
Tarsio

Mp4-23 disse...

Seria lindo ver Hamilton e Vettel pilotando o mesmo carro, sem favorito na minha opinião.

Felipe disse...

Falando do tal Halo, é bem facil definir sua utilidade:

Em casos como Senna ou Bianchi o Halo iria proteger suas cabeças?
E no caso do Massa? Ou nessa imagem do Ericson, iria proteger o piloto dos pedaços do carro?

Não. Ou seja, Halo é algo inútil!

Pedro Teixeira disse...

No caso de Senna poderia proteger se a barra batesse no Halo, Bianchi teve uma lesão por desaceleração. O halo teria salvado Justin Wilson, Henry Surtes, Marco Campos...

Anônimo disse...

Corradi, sobre a parte técnica de 2017 do novo carro, vc tem alguma informação sobre o limite de combustível? Porque não adianta liberar desenvolvimento de motores, pneus maiores e carros com mais aderência sem poder queimar mais gasolina. Desse jeito o tempo da pole para o tempo da melhor volta vai saltar para 10s.

Cristiano Buratto

Jefferson disse...

Acho que o Justin Wilson tbm dependeria de o pedaço de bico bater no halo.
O pequeno parabrisas me parece ser mais eficaz nesses demais casos.

Luís Almeida disse...

Pegando no comentário do Jefferson, concordo que no caso do Justin Wilson dependeria de onde o pedaço de bico batesse.

Dependendo do ângulo, poderia enviar o pedaço direto para o peito do piloto, o que, se em relação ao Justin não faria grande diferença no resultado final, no caso do Massa e da mola, poderia ter sido bem pior do que sem halo. Imaginem aquela mola a tocar no halo e a descer para junto do peito desprotegido do piloto.

A morte estará sempre à espreita quando se roda nas velocidades que estes pilotos rodam. Nada a fazer. As vezes é preciso sorte, e isso nem sempre acontece.

Como exemplo, no gif do post abaixo, vê-se o Audi Quattro a aterrar depois do salto no troço de Fafe do Rally de Portugal, e todo o publico a afastar-se.

Nos rallys de 2015 e 2016 houve despistes nesse mesmo sítio. Felizmente, o público já fica mais longe, mas e se tivesse sido o Audi, quantos mortos se contariam?

https://www.youtube.com/watch?v=u_QfAXgw4SQ

https://www.youtube.com/watch?v=1eriJxBFQn0 (aos 0:55)