quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Clipping






























A ideia da Renault para a próxima temporada da Fórmula E.

Categoria que possui mais mídia que velocidade.

No asfalto é tipo uma Fórmula 4.

Fica a dica que devemos ver uma Renault com detalhes diferentes
também onde interessa.

Na Fórmula 1.

Malásia

Tá lembrando que é a primeira pista projetada por Hermann Tilke?

O traçado teoricamente favorece a Mercedes.

Mas as Flechas de Prata não reclamariam se uma chuva diminuísse
a temperatura.

A Ferrari deverá vir com tudo.

Precisa.

O quarta versão da unidade de força italiana está na bagagem.

Não sei se será utilizada aqui ou no Japão.

A Mercedes eu sei.

Motor 3 nos treinos livres e a unidade mais nova (quatro) estará equipando
os carros de Hamilton e Bottas no qualifying e corrida.

A Scuderia Italiana apresentará um bólido com mudanças aerodinâmicas.

Enquanto que a Red Bull vai torcer por erros das duas líderes.

Equilíbrio.

Troca

Todo mundo já sabe que Daniil Kvyat cederá seu lugar para Pierre Gasly
na Toro Rosso.

Acronis, o patrocinador do piloto russo, diz que será apenas em Sepang
e Suzuka.

Marca que coloca dois milhões de euros por temporada no time de Faenza.

Historinha esquisita.

Vou te falar que fizeram um acordo com Gasly esperando que Carlos Sainz Jr.
fosse para a Renault no lugar de Jolyon Palmer.

Só que Palmer não abriu mão de seu posto.

(eu disse que havia um contrato)

Os franceses ofereceram um caminhão de dinheiro para Palmer largar
o osso.

Recusado.

(houve uma contra-proposta..)

No papel de escola, a Toro Rosso pode fazer essas doidices.

Mas o alinhamento de 2018 deve ser com Kvyat e Gasly mesmo.

Palmer sonha com a Williams.

Nobuharu Matsushita (Honda) deve ficar na reserva por conta da
super licença.

E o outro japonês, Nirei Fukuzumi, mira o futuro.

A Vaga na Williams

Quem será o companheiro de Lance Stroll no ano que vem?

Robert Kubica, Felipe Massa ou Jolyon Palmer?

A equipe de Grove queria que Kubica testasse em Suzuka.

Explico.

Stroll esteve no Japão duas vezes nas últimas semanas conduzindo
o carro de 2014.

Parte de seu programa de treinamento.

A Williams queria aproveitar e experimentar Kubica.

A família Stroll vetou.

Há favorito para a vaga?

Acho que não.

Existe azarão.

Pascal Wehrlein.

Williams Porsche

É o caminho para 2021.

Inicialmente a marca alemã entraria como fornecedora.

Entretanto uma compra é dada como certa no futuro.

Force Racing

O nome preferido era Force One.

Porém a semelhança com F1 impediu a Force India de usar a primeira
opção.

Parceria

Red Bull e Aston Martin selaram o acordo.

A marca inglesa se torna assim a principal patrocinadora do time dos
energéticos até 2022.

A estimativa é de 30 millhões de euros / ano.

Com a parceria, Milton Keynes desenvolverá modelos esportivos de rua
para a Aston Martin.

Motor?

A Aston Martin (Red Bull) e a Cosworth (McLaren) deverão desenvolver
uma solução conjunta nos próximos anos.

Saindo da dependência de outras fabricantes.

A Toro Rosso (vendida) deverá se tornar equipe de fábrica da Honda.

Por Fim

Como tudo poderá ficar ao final da música.

Fabricantes

Ferrari

AMG Mercedes

McLaren (Cosworth)

Red Bull Aston Martin (Aston Martin-Cosworth)

Renault

Honda (adquirindo a Toro Rosso)

Williams (Porsche)

Ford (???)

Clientes

Sauber Alfa Romeo (Ferrari)

Force Racing (Mercedes)

Haas (Ferrari)








14 comentários:

Felipe disse...

Na minha opinião, Massa deve renovar o contrato, pois o vejo como "queridinho" da família Stroll, aquele que não vai causar problemas para Lance, enquanto o mesmo segue evoluindo. Palmer é um tiro no pé, pois grana a Williams já tem uma fonte jorrando. Kubica ainda é uma incógnita. Wehrlein fez mal em sair do DTM.

Anônimo disse...

Corradi, o Wehrlein não pode ser contratado pela Williams devido ao contrato com a Martini, que obriga a presença de um piloto acima dos 25 anos. O alemão tem 22.

Abraço,
Diogo.

Pedro Teixeira disse...

Wehrlein na Williams? E aquele papo que precisa de um piloto com mais de 25 anos pra fazer a propaganda do goró? Palmer...sério que alguém ainda dá crédito pra esse cara?

André Gustavo disse...

Em relação à vaga da Williams...

Não acho que Werleinh entra na disputa pelo fato de haver 2 jovens promissores na equipe disputando de igual para igual. Werlein pode querer mostrar serviço podendo ofuscar Stroll, coisa que o pai deste não quer.

Palmer. Esse aí não consegue ofuscar ninguém, nem pilot de F1 ele é.

Kubica. Esse, apesar de icógnita, é uma possibilidade.

Massa. O forte candidato à vaga, servindo de "coacher" do Stroll.

Kvyat. Seria legal mas seria a mesma justificativa de Werleinh.

Fidel Miño disse...

Coitadinha da Mclaren... condenada a mitade do grid ate 2021.
O fato de que Ericsson tenha vaga segura é pra chorar tambem.

Gabriel Pereira disse...

Muito bacana Red Bull e Mclaren se unirem para desenvolver motores.
seria muito chato ver essas duas(GIGANTES) fadadas ao insucesso simplismente por não possuírem modelos de negócio que desenvolvem unidades de força.
Um ponto chato dessa nova F1.
Tomara tenham sucesso em um futuro próximo.
E pessoal.Vão se preparando, no mais tardar do ano que vem a categoria fica definitivamente sem pilotos brasileiros.
Coisa que, por um lado, eu acho legal pois aí a gente vai ver quem ama F1 de verdade ou apenas tá aqui pela 'pachecagem'.

Abraço Corradi.

Anônimo disse...

Matsushita em 6o. na F2 não vai fechar os 40 pontos, e ainda os da F3 japonesa vão expirar. Dessa forma não poderia ser reserva, fora os critérios excusos para autorizar super licença só com os 300 km de testes.

Cristiano Buratto

LGD disse...

Esta quantidade de fabricantes é muito animadora, parece até utopia. Torço para que se concretize.

Sendo bem sincero, não vejo outro piloto que faria um trabalho melhor que Felipe na Williams, as opções experientes disponíveis se equivalem na minha opinião, e concordo com quem falou sobre outro novato na equipe, somente se vier acompanhado de forte apoio financeiro, mas temos a barreira da idade (Martini).

Humberto Corradi disse...

Gabriel Pereira

Fittipaldi vem aí...

Valeu

Pedro Teixeira disse...

É muito fraco. Se chegar é pelo nome. Faz uma temporada ou duas e cai fora. Tipo o Bruno Senna.

Tiago Begnossi disse...

Lembrando que na Nascar a Haas corre de Ford. caso a Ford queira voltar a F1 creio que seria a 1°equipe a ser procurada, não?

Humberto Corradi disse...

Tiago Begnossi

sim

Valeu

Gabriel Pereira disse...

Tomara né.
Mas até sair daquela (questionável) World Series ainda vai escalar mais uns dois degraus.

abraço

Eduardo Casola Filho disse...

Se a Williams fechar com o Palmer, aí é para fechar as portas.