sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Juntos























Bom dia a todos.

Os brasileiros acelerando no traçado de Nurburgring.

5 comentários:

Anônimo disse...

Três belos F1!

Abraço!

Mauro Santana
Curitiba-PR

Anônimo disse...

1975?
Bom carro essa brabham BT44, o Moco poderia ter beliscado mais vitórias com ele.
Uma pena.
Dizem que ele estava flertando com a Ferrari pouco antes de morrer. Tanto que já pilotava pra escuderia em corridas do mundial de marcas.
Parece que ele não estava satisfeito com o motor alfa-romeo na brabham.
Uma pena uma carreira abreviada tão cedo.

Cardozo disse...

São os carrinhos do meu Autorama!

Ituano Voador disse...

Pelo que sei, Pace nã]o estava descontente com a Brabham em 1977, pois achava que o carro podia lhe dar o título. Segundo consta em sua biografia, Moco teria sido convidado para correr na F1 pela Ferrari no final de 73, mas preferiu ficar na Surtees, até pela fase ruim que a equipe italiana passava. Ele já tinha chamado a atenção de Enzo Ferrari em 71, quando ganhou em Imola na F2, e em 72/73, quando defendeu a Scuderia nos protótipos, daí o porquê do convite.
Pace se foi cedo, mas nõa creio que ele teria conseguido o título pela Brabham.

Juanh disse...

Grandes épocas, con tres grandes pilotos compartiendo las pistas. Argentina tuvo en los GP de Argentina y Brasil en 1981, a tres pilotos participando: Carlos Reutemann (Williams), Ricardo Zunino (Tyrrell) y Miguel Angel Guerra (Osella).
Abrazos!
http://juanhracingteam.blogspot.com.ar/